Área do cliente

Faq

Veja as perguntas frequentes
  • TERMOS E DESCRIÇÕES RELACIONADOS A MEDICAMENTOS?
    MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA – produto inovador registrado no órgão federal responsável pela vigilância sanitária e comercializado no País. Para cada princípio ativo em sua respectiva forma farmacêutica temos apenas um laboratório detentor do produto de referência, os demais são todos similares.
    MEDICAMENTO GENÉRICO – medicamento similar a um produto de referência ou inovador, que pretende ser com este intercambiável, geralmente produzido após a expiração ou renúncia da proteção patentária ou de outros direitos de exclusividade, comprovada a sua eficácia, segurança e qualidade.
    MEDICAMENTO SIMILAR – aquele que contém o mesmo ou os mesmos princípios ativos, apresenta a mesma concentração, forma farmacêutica, via de administração, posologia e indicação terapêutica, preventiva ou diagnóstica, do medicamento de referência registrado no órgão federal responsável pela vigilância sanitária, podendo diferir somente em características relativas ao tamanho e forma do produto, prazo de validade, embalagem, rotulagem, excipientes e veículos, devendo sempre ser identificado por nome comercial ou marca.
    MIP’s: medicamentos isentos de prescrições, considerados de venda livre.
    TESTES REALIZADOS POR GENÉRICOS E SIMILARES:
    EQUIVALÊNCIA: consiste na demonstração de que o medicamento similar possua a mesma concentração de princípio ativo em relação ao medicamento de referência.
    BIODISPONIBILIDADE: consiste na determinação da real quantidade de princípio ativo que passa para a corrente circulatória.
    BIOEQUIVALÊNCIA: consiste na demonstração de que o medicamento genérico e seu respectivo medicamento de referência apresentam a mesma biodisponibilidade no organismo.
    INFECÇÃO - Reação do organismo frente ao ataque de bactérias, sendo tratadas com antibiótico.
    INFLAMAÇÃO - Reação do organismo frente a um processo inflamatório, sendo tratados com antiinflamatórios.
    DROGA - É toda substância de origem animal, vegetal ou mineral de onde é extraído o princípio ativo que possui ação farmacológica
    FÁRMACO/PRINCÍPIO ATIVO: Substância quimicamente caracterizada, cuja ação farmacológica é conhecida e responsável total ou parcialmente pelos efeitos terapêuticos do medicamento.
    MEDICAMENTO: Produto farmacêutico, tecnicamente obtido ou elaborado, que contém um ou mais fármacos juntamente com outras substâncias, com finalidade profilática, curativa, paliativa ou para fins de diagnóstico.
    DROGA VEGETAL: Planta medicinal ou suas partes, após processos de coleta, estabilização e secagem, podendo ser íntegra, rasurada, triturada ou pulverizada.
    FARMACOPÉICO: A expressão farmacopéico substitui as expressões oficial e oficinal, usadas para medicamentos descritos na farmacopéia brasileira.
    FITOTERÁPICO: Medicamento obtido empregando-se exclusivamente matérias-primas ativas vegetais É caracterizado pelo conhecimento da espécie vegetal, de sua eficácia e dos riscos de seu uso, assim como pela reprodutibilidade e constância de sua qualidade. Sua eficácia e segurança são validadas através de levantamento etnofarmacológicos de utilização, documentações tecnocientíficas em publicações ou ensaios clínicos fase 3 Não se considera medicamento fitoterápico aquele que, na sua composição, inclua substâncias ativas isoladas, de qualquer origem, nem as associações destas com extratos vegetais.
    MATÉRIA-PRIMA: É toda a substância ativa, droga ou insumo farmacêutico empregado na produção dos medicamentos. As matérias-primas utilizadas nas formulações descritas nesse formulário devem ser de grau farmacêutico.
    ‹ Voltar

Conheça nossos fornecedores

Ankara Escort istanbul Escort Ankara Escort izmir Escort kızılay Escort Ankara Rus Escort Ankara Escort Çankaya Escort Ankara Rus Escort Eskişehir Escort Eryaman Escort