Notícias

Aqui você acompanha as últimas notícias do ramo farmacêutico.

23/12/2016

Orientação farmacêutica ao paciente com desconfortos estomacais

Antes da recomendação, é importante que o farmacêutico entenda quais sintomas o consumidor está sentindo para ajudá-lo na hora da compra. Além disso, é necessário conhecer de maneira detalhada as apresentações, composição, formas terapêuticas e indicações de cada medicamento. 

Em algumas situações, o farmacêutico também deve direcionar o paciente a uma consulta médica, são elas: 

• Pessoas com mais de 60 anos de idade.

• Pessoas com histórico de mudança recente no aspecto ou consistência das fezes.

• Histórico de mudança de hábito intestinal.

• Emagrecimento (sem regime).

• Ocorrência de sintomas muito frequente.

Os antiácidos aliviam a azia, o estufamento e a má digestão. O medicamento atua neutralizando o excesso de ácido clorídrico no estômago. Já os indicados para problemas digestivos e relacionados ao fígado atuam ajudando a eliminar as toxinas do fígado, causadas pela ingestão em excesso de alimentos e/ou bebidas. 

Para aqueles que sofrem com os males da ressaca, os analgésicos são os mais indicados, para aliviar as dores de cabeça. Por isso, mantenha seu estoque abastecido e privilegie a exposição dos produtos de venda livre no balcão e no checkout.

Nos casos de azia, um dos mais utilizados são os antiácidos, substâncias que atuam contra azia, desconforto estomacal, dor de estômago, dispepsia ou neutralizam a acidez do trato gastrointestinal. Hoje, os antiácidos estão disponíveis no mercado em duas apresentações: em sachê (pós-efervescentes de dose única) e pastilhas (comprimidos mastigáveis). Também para os casos de azia, podem ser indicados, de acordo com orientação médica, os bloqueadores H.  

Fonte: Guia da Farmácia

Conheça nossos fornecedores