Notícias

Aqui você acompanha as últimas notícias do ramo farmacêutico.

07/12/2015

Câncer de pele continua sendo o mais comum entre brasileiros

O câncer de pele continua sendo o mais incidente entre a população brasileira. Mais de 200 mil casos devem ser registrados em 2016, segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA), com expectativa de que a doença faça ao menos duas mil vítimas fatais. Essa alta incidência acontece pela exposição excessiva aos raios nocivos do sol. O estrago é cumulativo e, ao longo dos anos, ele pode se consolidar como um tumor. Com a chegada do verão, o risco de exposição excessiva ao sol aumenta.

De acordo com o oncologista e coordenador do HCor Onco, Dr. Auro Del Giglio, o câncer de pele é geralmente um tipo de tumor que poderia ser combatido com medidas simples, como usar o protetor solar corretamente e evitar exposição nos horários de sol forte. “Outro passo essencial para prevenção deste tipo de câncer é a visita periódica ao dermatologista para um exame de rotina. Desta forma podemos evitar a maioria dos tumores cutâneos que acometem a nossa população”, salienta o oncologista.

Neste ano, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) divulgou um consenso sobre fotoproteção voltado para brasileiros, em vez de apenas replicar dados de outros países. Com isso, a entidade passou a recomendar que fosse usado protetor solar com fator 30, no mínimo. A decisão foi baseada na miscigenação da população e no clima do País, considerando suas diferenças entre regiões.

Fonte: Guia da Farmácia

Conheça nossos fornecedores